Antirracismo e subjetividade negra- Maria Felicidade Penha de Lacerda

105 Strony
bookCoverFor

Opis

Toma-se como eixo a primazia dos poemas "Jesus chorou", "Na fé firmão", "Negro drama" e "Sou mais você" presentes no disco "Nada como um dia após o outro dia", dos Racionais MC's, lançado em 2002, para uma investigação acerca do comportamento das figuras de linguagem nesses textos e o que delas ecoa enquanto práxis política de transformação social, precisamente antirracista, manifestada na configuração imanente das composições analisadas. Maria Felicidade examina o modo como metáforas e antíteses cooperam para um processo de subjetivação do negro brasileiro, na constituição de sua identidade, inscrita sob o racismo, mas que, por meio da figuração literária sensível às possibilidades da linguagem, busca superá-lo definitivamente. Pondera-se que as canções de rap dos Racionais MC's são alternativas viáveis para o cumprimento da lei 10.639/03, que determina a obrigatoriedade do ensino da cultura africana e afro-brasileira na escola. Este livro oferece um material de consulta notável para pesquisas nas áreas dos Estudos Literários e Linguísticos, e ainda apresenta diretrizes pedagógicas para que professores da educação básica possam trabalhar com a literatura, as figuras de linguagem e o rap na sala de aula, considerando o compromisso crítico-social, que é indiscernível da tarefa de ensinar.
Format:
E-book
Strony e-booka:
105
Język:
Portugalski
Data wydania:
29.08.2022
Wydawca e-booka:
Editora Dialética
Numer ISBN e-book:
9786525244754